O ceticismo proclama que o homem não tem habilidade e conhecimento o suficiente para obter as respostas para tudo, por esse motivo não propõe uma resposta para as coisas, mas sim a dúvida.

Desse modo, uma pessoa cética está sempre se questionando e duvidando das coisas, quebrando dogmas e considerando alguns pontos indiscutíveis às discussões, por exemplo, nas religiões.

Além disso, o cético não acredita em nada religioso ou metafísico, ou seja, aquilo que está para além da física. Por essa razão, o cético vai sempre questionar tudo aquilo que lhe é apresentado como verdade.

Como o cético

...

Read more

A metalinguagem é um artifício da língua portuguesa na qual o interlocutor trata sobre si mesmo, ou seja, é quando o objeto do texto é ele mesmo. Alguns autores ainda preferem a definição de "código que utiliza o próprio para explicá-lo˜. 

Um dos locais onde mais se utiliza a metalinguagem é nas poesias, entretanto, ela pode ser utilizada em diversos outros ambientes e que, inclusive, extrapolam a linguagem verbal. Na pintura, música e em várias outras formas de comunicação esse artifício é o que torna a obra ainda mais interessante. 


Exemplos de metalinguagem

Abaixo, segue frases que te a

...

Read more



A porcentagem é muita utilizada em nosso dia a dia, como, por exemplo, na hora de obter um desconto em uma compra ou calcular o lucro na venda de um produto. Ela também é bastante usada em áreas mais complexas, como no mercado financeiro para expressar taxas de juros, descontos, aumentos índices inflacionários, para capitalizar empréstimos e aplicações, entre outros.

Mas, afinal o que é porcentagem?

De um modo geral, quando falamos em porcentagem estamos considerando em dividir um valor por cem. Isso pode ser observado na própria origem da palavra porcentagem, que vem do latim  “por cento”,

...

Read more

A complexidade dos diferentes componentes das gramáticas das linguagens humanas pode ser quantificada. Por exemplo, as línguas variam muito no tamanho de seus inventários fonológicos, e no grau em que eles fazem uso da morfologia.

Estudos recentes mostraram que existem relações entre estes tipos de complexidade gramatical e o número de falantes de uma língua. Línguas faladas por grandes populações têm sido encontradas para ter maiores inventários fonológicos, mas morfologia mais simples, do que Línguas faladas por pequenas populações.

Os resultados exigem uma investigação mais aprofundada

...

Read more

Os alfabetos fonéticos são invenções linguísticas maravilhosas. Eles tornaram a alfabetização muito mais fácil do que os sistemas de caracteres simbólicos da escrita, como os caracteres chineses. Por exemplo, o sistema Hungûl do coreano é conhecido como o alfabeto da manhã porque um falante de coreano pode em uma manhã aprender as letras e, porque as palavras coreanas são escritas perfeitamente foneticamente, torna-se literato. A ortografia fonética imperfeita, como para o inglês, requer muito mais tempo para se familiarizar com as formas idiossincráticas.

O sucesso dos alfabetos fonéticos

...

Read more


Na língua inglesa existem os verbos regulares e os irregulares, que possuem uma formação diferente dos regulares.

Verbo regular

Assim, enquanto os verbos regulares seguem um padrão de formação das flexões nos tempos verbais Simple Past e Past Participle, onde o verbo no infinitivo recebe o termo ‘’ed’’, os verbos irregulares não seguem esse padrão. Veja o exemplo abaixo:

Stefan played football on Thursday (Stefan jogou futebol na quinta-feira).

Nesse caso, played (jogou) é o resultado da junção do infinitivo play+ed.

Verbo irregular

Já cada verbo irregular possui uma formação própria que

...

Read more

A tabuada de divisão é uma versão menos utilizada na matemática, mas que facilita a vida de estudantes de várias áreas de ensino como nas engenharias, na contabilidade, na química e na arquitetura. Isso tudo porque a tábua de divisão serve como um mecanismo de consulta na qual pode-se aferir ao invés de fazer a conta em si. Levando em consideração que as contas de divisão tendem a ser mais exigentes em tempo do que as de multiplicação usar essa tabela pode ser algo muito útil em sua vida escolar ou acadêmica. 
Quem criou a tabela de divisão foi Pitágoras, o grande matemático e filósofo, e que é...

Read more

Na matemática, as equações são todas as expressões aritméticas que exprimem uma relação de resultados através dos cálculos dos valores com uma ou mais incógnitas. Isto significa que para a equação de primeiro grau, a incógnita será x, ou 1(1x ou apenas x). Equações de primeiro grau são diferentes das equações de segundo grau, que apresentam uma incógnita ao quadrado (²).


As equações são divididas em termos:

Por exemplo

X + 10 = 25 + 55 , sendo X + 10 o primeiro termo da equação, e 25+ 55 o segundo termo da equação.

Elementos constantes X elementos variáveis

Nas equações, existem sempre os

...

Read more


Bomba nuclear ou bomba atômica é uma arma explosiva produzida a partir da energia derivada de uma reação nuclear. O artefato possui um grande poder de destruição, capaz de arrasar cidades inteiras.

A bomba nuclear foi criada por volta dos anos 40, quando a Segunda Guerra Mundial assolava o mundo. Naquele contexto, os europeus acreditavam que o mundo precisava de armas novas.

Desse modo, assim que diversos pesquisadores europeus foram expulsos para os Estados Unidos pelo regime nazista e fascista, as pesquisas sobre os átomos tiveram início, usando como base os estudos de Albert Einstein.

...

Read more

Os pronomes consistem em uma classe de palavras que têm como objetivo ou acompanhar os substantivos e são classificados em diferentes tipos de expressões, exercem funções diferentes.

Pronomes pessoais

Tem como função indicar uma pessoa do discurso e assim, podem ser classificados em duas formas:

Pronome Pessoal do caso Reto: exerce uma função de sujeito.

Exemplo: Eu gosto de comer batata frita e Tomar guaraná.

Pronome pessoa do caso oblíquo: tem como função principal substituir os substantivos e complementares os verbos.

Exemplo: esta Comigo o Seu estojo de maquiagem.

A dica é que “o, a, os,

...

Read more