A complexidade dos diferentes componentes das gramáticas das linguagens humanas pode ser quantificada. Por exemplo, as línguas variam muito no tamanho de seus inventários fonológicos, e no grau em que eles fazem uso da morfologia.

Estudos recentes mostraram que existem relações entre estes tipos de complexidade gramatical e o número de falantes de uma língua. Línguas faladas por grandes populações têm sido encontradas para ter maiores inventários fonológicos, mas morfologia mais simples, do que Línguas faladas por pequenas populações.

Os resultados exigem uma investigação mais aprofundada

...

Read more

Os alfabetos fonéticos são invenções linguísticas maravilhosas. Eles tornaram a alfabetização muito mais fácil do que os sistemas de caracteres simbólicos da escrita, como os caracteres chineses. Por exemplo, o sistema Hungûl do coreano é conhecido como o alfabeto da manhã porque um falante de coreano pode em uma manhã aprender as letras e, porque as palavras coreanas são escritas perfeitamente foneticamente, torna-se literato. A ortografia fonética imperfeita, como para o inglês, requer muito mais tempo para se familiarizar com as formas idiossincráticas.

O sucesso dos alfabetos fonéticos

...

Read more


Na língua inglesa existem os verbos regulares e os irregulares, que possuem uma formação diferente dos regulares.

Verbo regular

Assim, enquanto os verbos regulares seguem um padrão de formação das flexões nos tempos verbais Simple Past e Past Participle, onde o verbo no infinitivo recebe o termo ‘’ed’’, os verbos irregulares não seguem esse padrão. Veja o exemplo abaixo:

Stefan played football on Thursday (Stefan jogou futebol na quinta-feira).

Nesse caso, played (jogou) é o resultado da junção do infinitivo play+ed.

Verbo irregular

Já cada verbo irregular possui uma formação própria que

...

Read more